Na última jornada da prova os barrosões venceram a melhor equipa do campeonato, um triunfo justíssimo.

Os primeiros vinte minutos do jogo foram equilibrados, enfadonhos e com várias perdas de bola, um jogo típico de final de temporada. Aos 23 minutos, depois de um canto batido por Gabi, Álvaro Branco foi lá à frente mas atirou por cima, com relativo perigo para a baliza minhota. No primeiro remate enquadrado o Vilaverdense abre o marcador, livre bem apontado na direita e desvio de Valter Rocha para a baliza do Montalegre.

O golo minhoto foi um despertador para a equipa barrosã que arrancou para uma magnífica exibição (mais uma). Mário, o defesa-direito, chuta forte mas a bola sai ao lado. No minuto seguinte Baba remata forte mas o guardião Bruno opõe-se com categoria.

Aos 36 minutos mais uma boa jogada do ataque do conjunto da casa que quase termina com auto golo dos minhotos. Os barrosões já mereciam o golo do empate, que chega mesmo em cima dos 45 minutos regulares, Zack conclui uma jogada no corredor esquerdo e que teve o dedo de Gabi, o capitão do Montalegre fez uma exibição soberba.

Depois do golo dos da casa, a equipa líder do campeonato está perto de voltar à vantagem mas o guarda-redes internacional cabo-verdiano faz uma grande intervenção. Ao intervalo (1-1). Na etapa complementar o Montalegre teve maior intensidade de jogo e foi superior. Logo aos 53 minutos, Paulo Roberto, em grande momento de forma, quase marca, valeu Bruno (outra vez).

Mas os barrosões confirmam a remontada à hora de jogo, perda de bola do defesa-central e capitão Nené, cruzamento impecável de Tiago Gomes para cabeceamento letal de Paulo Roberto. Aos 71 minutos a melhor jogada do encontro pertence ao conjunto do Montalegre, Zack assiste Gabi que obriga Bruno à defesa da tarde.

Os barrosões estavam com a corda toda, como se costuma dizer, e Baba volta a ameaçar a baliza do Vilaverdense. A melhor e única oportunidade de golo da equipa do Minho na etapa complementar foi num remate perigoso de Ahmed que atira forte e ligeiramente ao lado da baliza de Márcio.

Em suma, vitória justa dos barrosões. Graças à boa temporada os jogadores do Montalegre estão a ser disputados por vários emblemas. O guarda-redes internacional por Cabo Verde, Márcio Rosa, foi um dos que disse adeus. Sabemos, no entanto, que há vários atletas com propostas para saírem.

 

Deixar comentário

Comentário