Três jogadores angolanos e um brasileiro da formação do Vianense foram notificados pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) para deixarem de forma voluntária Portugal devido ao facto de estarem em situação ilegal no nosso país.

Referir que os três atletas de nacionalidade angolana haviam chegado ao Vianense no início da temporada anterior, e terão que de forma voluntária abandonar Portugal no dia 25 de Novembro para regularizar a sua situação no seu país de origem. Contudo, o atleta brasileiro Erick que também foi notificado efectuou um pedido de reavaliação do seu processo e continuará a permanecer em Portugal. O jogador ingressou somente esta temporada na equipa do Vianense actual sétimo classificado da Série A do Campeonato de Portugal.

Além do Vianense mais clubes tem sido alvos de acções de fiscalização que o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras tem promovido no futebol português.

Exemplo disso, são os casos do paraguaio Éver Gonzalez (Pará), e do brasileiro Deivid, jogadores do GD Moncorvo que foram também notificados pelo SEF para deixarem Portugal por estarem em situação ilegal.

Deixar comentário

Comentário