Vitória sem aspas

O Montalegre foi superior ao Merelinense, uma das melhores equipas da prova.

A equipa minhota sentiu muitas dificuldades durante a primeira metade do jogo, acusou falta de profundidade, do outro lado um Montalegre comprometido, aguerrido, concentrado, forte a defender e a atacar. Logo aos sete minutos, Paulo Roberto, em boa posição, atira ao lado.

A equipa transmontana estava melhor no jogo e Bruno Lourenço assiste Baba para o 1-0. Excelente cruzamento de Bruno Lourenço junto da linha de fundo, Baba dispara, a bola vai ao poste e entra. Um golo com suspense.

Do outro lado não se avista reação minhota e depois de grande jogada barrosã, Michel atira com perigo. Só a fechar a primeira parte é que o Merelinense consegue chegar com perigo, Jaime, na direita, leva perigo à baliza transmontana. Ao intervalo 1-0.

Na segunda parte entra Vítor Hugo no Merelinense, a equipa minhota consegue aproximar-se mais e melhor junto da baliza transmontana. Todavia é o conjunto da casa que consegue a primeira situação de golo, Tiago Oliveira remata para boa defesa de Marcos.

Na resposta, excelente cruzamento de Miguel F. e Davide quase empata, pois a bola sai perto do poste esquerdo da baliza de Tiago Guedes.

Mas era sem dúvida o Montalegre que estava mais perto do golo – aos 55 minutos os barrosões não aproveitam o erro do guarda-redes Marcos que, larga a bola e deixa a baliza deserta.

Cinco minutos depois é Baba que tenta o chapéu mas falha, por pouco, as medidas…Mas o 2-0 chegava mesmo, cruzamento perfeito de Tiago Oliveira para Prince que, não se faz rogado, e faz o 2-0.

O resultado travou alguma ansiedade “azul”, o Merelinense arrisca tudo e Zack faz um corte tremendo quando a equipa minhota aparecia com dois atletas ao segundo poste. No minuto seguinte, depois de canto, a bola quase entra na baliza de Guedes, faltou lucidez e determinação à equipa forasteira.

A fechar o jogo duas situações de golo, primeiro com um disparo de Prince ao lado da baliza do Merelinense, e no período de compensação com um remate de Perre por cima da baliza do Montalegre.

O treinador barrosão, José Manuel Viage, saiu muito satisfeito com o resultado e com a exibição da equipa: “O Montalegre fez uma grande partida, num terreno muito pesado, o Montalegre foi melhor equipa em todos os momentos de jogo, fizemos dois golos, criámos mais situações de golo…”

Já o técnico do Merelinense, André Cunha, refere que a sua equipa “ não esteve ao nível dos últimos jogos, não fomos tão eficazes, tivemos bastante bola, na segunda parte estivemos melhor no jogo mas foi claramente um dia desinspirado …”

FICHA DE  JOGO

Estádio Dr. Diogo Vaz Pereira, em Montalegre

Arbitro: João Sousa (A.F. Bragança)

Assistentes: Hugo dos Santos e Ivo Melo

 

Montalegre: Tiago Guedes, Michel , Bruno Morais, Zack, Tavares, João Fernandes, Bruno Lourenço (Yann 88), Prince (Iuri Gomes 90), Tiago Oliveira (Bruno Barreto 80), Paulo Roberto© e Baba.

Treinador: José Manuel Viage

 

Merelinense: Marcos, Vasco Cruz, Davide, Beck ©, Luís Ferraz, Agdon, Hélder Sousa (Jorge 61), Miguel F. (Zé Diogo 74), André Perre, Diogo Vila e Jaime (Vítor Hugo 46).

Treinador: André Cunha

 

Ao intervalo: 1-0

Golos: 1-0 Baba (20); 2-0 Prince (70)

Cartão amarelo a João Fernandes (39)

 

 

Deixar comentário

Comentário