Jogo bem disputado, duas boas equipas, vitória justa do Vizela porém a equipa barrosã lutou até ao fim por um resultado positivo.

O Vizela demonstrou no Dr. Diogo Vaz Pereira que é a melhor equipa da prova, defensivamente forte e no ataque com homens muito rápidos.

Entrou melhor na primeira parte o conjunto do Vizela, logo aos quatro minutos Aziz obriga Tiago Guedes a defesa apertada. Os barrosões reagem bem e Aliu Ronaldo ameaça a baliza de Albergaria.

O Montalegre mostrava boa organização defensiva e o Vizela sentia dificuldades em conseguir ligar o seu jogo, trocava muito a bola sem, no entanto, conseguir chegar com perigo. Numa transição rápida, à passagem da meia hora, Aziz aparece em boa posição na zona de finalização, todavia o disparo sai por cima. Três minutos depois Paredes chega ao golo, num remate colocado e indefensável, um lance que surge numa pequena hesitação da defesa transmontana, depois de um lançamento lateral.

Aos 40 minutos, Paredes volta a criar muito perigo mas Tiago Guedes fecha bem o ângulo da baliza e evita o 0-2. A fechar a primeira parte Paulo Roberto atira à barra da baliza do Vizela, livre bem cobrado pelo avançado brasileiro, estava batido o guardião Albergaria.

O Montalegre pode queixar-se de falta de sorte, dos árbitros e das muitas lesões que assolam o plantel no final deste ano civil. Ao intervalo 0-1.

Volta a entrar melhor na etapa complementar o conjunto do Vizela, logo aos 30 segundos, jogada bem desenhada que termina com remate de Pinto. Depois o líder da prova atira duas bolas à barra, quase de forma consecutiva, aos 51 e 52 minutos.

José Manuel Viage introduz em campo Baba e Iuri Gomes para dar maior frescura, centímetros e rapidez ao ataque.

Aos 67 minutos o Montalegre constrói uma grande jogada de ataque, a finalização foi de Iuri Gomes mas a bola sai ligeiramente ao lado do poste esquerdo. Dez minutos depois Aliu obriga Albergaria a excelente intervenção, chegou a gritar-se golo. Responde a equipa forasteira por Lamela que atira ao poste.

O Montalegre arriscou tudo nos últimos instantes, com o intuito de conseguir um resultado positivo. Este jogo podia e merecia mais golos, foram quatro as bolas que esbarraram nos ferros.

O treinador do Montalegre, José Manuel Viage, diz que “defrontou a melhor equipa da prova, o empate não ficava mal mas aceitamos o resultado final”.

Já o treinador do Vizela, Carlos Cunha, diz que se “assistiu a um grande jogo de futebol, muito competitivo, emotivo entre duas boas equipas, se tivéssemos empatado tínhamos que aceitar o resultado ….”

FICHA DO JOGO

 

Estádio Dr. Diogo Vaz Pereira

Arbitro: Márcio Torres (AF Viana Castelo)

Montalegre: Tiago Guedes, Michel, Yann, Zack, Bruno Morais , João Fernandes©, Tavares, (Chao 86), Bruno Barreto (Baba 72), Aliu, Paulo Roberto  e Prince (Iuri Gomes 57).

Treinador: José Manuel Viage

 

Vizela: Pedro Albergaria, João Pedro©, Wellinton, João Cunha, Gabi, Evrard
Pinto, Joni (João Oliveira 76), Paredes (Fortes 43), Correia e Aziz (Lamelas 82).

Treinador: Carlos Cunha

Ao intervalo: 0-1

Golos: 0-1, Paredes (33)

Cartão amarelos a Prince (24),Zack (27), Pedro Albergaria (45+2) e João Oliveira (83)

Deixar comentário

Comentário