O Juventude de Pedras Salgadas empatou esta tarde com o Bragança sem golos, no Estádio da Portelinha, em derby a contar para a 11ª jornada da série A do Campeonato de Portugal, com a equipa liderada por Ricardo Silva a dispor das melhores oportunidades. Falar de justiça é algo complexo, pois quando uma equipa é pouco eficaz acaba normalmente por ser penalizada.

Os homens da vila termal entraram com uma postura ofensiva e assumiram as despesas do encontro, tentando, quer pelas linhas ou pelo meio, penetrar a defesa do Bragança, criando inclusive situações claras de finalização. Contudo, neste capítulo a turma da casa mostrou-se demasiado perdularia e isso custou a perda de dois pontos. É desta forma que o Pedras Salgadas pode olhar para o desfecho da partida, perante um adversário que no primeiro período se resumiu a aproveitar os possíveis erros da turma da casa.

No segundo tempo, o Bragança subiu mais as linhas, chegou em certos momentos a equilibrar a partida, foi mais equipa é certo, mas acabou por não criar grande perigo, junto da baliza de Cajó, que teve uma tarde tranquila.

Já o Pedras Salgadas viu um golo de Pedro Silva, erradamente, ser anulado aos 78 minutos, pelo juiz da partida, na sequência de um livre lateral. Lance, que motivou muitos protestos dos jogadores da equipa termal e que levou à expulsão de João Nogueira.

A equipa de arbitragem chefiada por Duarte Oliveira (AF Braga) acabou por ser  mesmo a grande protagonista pela negativa do jogo.

FICHA DO JOGO

Estádio da Portelinha, em Pedras Salgadas

Árbitro: Duarte Oliveira (AF Braga)

Auxiliares: Nuno Fernandes e Vítor Fernandes

Pedras Salgadas: Cajó, Rafa, André, Carlos, Mota, Zé Lopes, Pedro Silva, Edson (Tiago André, 66), Lane (Bruno Silva, 55) e Miguel Lima (Miguel Teixeira, 83)
Treinador: Ricardo Silva

Bragança: Nelson, Ricardo, Serginho, Carvalho, Ka, Kapelo, Mohamed, Landinho, Renato, Miguel Diz e Okolie (Nixon, 59)
Treinador: Tony Silva

Cartão amarelo a Ricardo (20), Serginho (38), Mohamed (58), Carlos (57), João Nogueira (78) e Kapelo (90). Cartão vermelho (direto) a João Nogueira (78).

Deixar comentário

Comentário