CNS: Vila Real 0 – 2 Vizela

11
244

Orlando

Numa bela tarde de sol, o Vila Real foi o anfitrião na recepção ao Vizela, nesta que foi a 7º jornada do CNS.

O desafio começou muito dividido, com as duas equipas a imprimirem velocidade no último terço do terreno. Ainda sem ter feito nada para o merecer, o Vizela vai chegar ao golo, perto do minuto 10. Rafinha a ganhar espaço a entrada da área, e a rematar forte, Andrey que vê a bola bater à sua frente, ficou impotente para travar o remate.

Em desvantagem no marcador, a equipa do Vila Real, responde de bola parada. Bukia a marcar na direita, a bola é sacudida pela defesa, e Castanha na ressaca a rematar forte, mas ao lado da baliza de Pedro Albergaria.

Aos 21 minutos, Davide Bessa, têm uma boa oportunidade para marcar, mas o remate cruzado a sair ao lado do poste direito de Andrey.

Até ao intervalo, a equipa da casa controlou a velocidade do jogo, mas foram poucas as oportunidades concretas de golo.

No segundo tempo, entrou melhor a equipa do Vila Real. Orlando, descaído na direita a aproveitar bem uma desatenção do seu marcador, e a cruzar para Rui, valeu a antecipação de Ferraz para impedir que o médio empatasse a partida.

A equipa do Vizela, neste segundo tempo, foi muito mais permeável e passiva, do que tinha sido na primeira parte, acusando e muito a pressão feita pelo adversário.

O técnico Nuno Pereira, fez entrar Filipe Martins para o lado esquerdo do ataque, e foram dos pé dele, que sairam as melhores ocasiões do segundo tempo.

Com uma estatura considerável, o avançado foi rumando contra a maré, e Aquini servido por Filipe teve perto do golo, mas a definir mal a jogada, apostando no remate, quando aparecia Orlando a sua direita solto de marcação.

Aos 88 minutos, o lance mais polémico da partida. Perda de bola de Bukia ao meio campo, e Ricardo Teixeira numa jogada individual a isolar-se, ficando muitas dúvidas sobre a posição do avançado, e só com Andrey pela frente a ultrapassar o guardião, e a fazer o segundo da sua equipa.

O banco do Vila Real reclamou e muito por alegado fora de jogo de Ricardo Teixeira, acabando mesmo, o técnico Nuno Pereira por receber ordem de expulsão.

Num jogo de emoções fortes até final, o resultado não espelha o que se passou em campo, com a formação do Vila Real a demonstrar qualidade mas pecando em termos de finalização.

JCL

 

Deixar comentário

Comentário

11 Comentários

  1. Dou de barato que o Vila Real tenha, na presente época, sido prejudicado pelas arbitragens. Como não vi os jogos, não tenho a opinião enquanto desafios isso aconteceu. Até aceito que tenha sido em todos. Respeito os adeptos deste clube que aqui se queixam desse facto.
    Só não vi, foi todos os anos em que o Vila Real esteve na Distrital, os mesmos adeptos, falar de arbitragens.
    Os adeptos do Mondinense, Montalegre e Régua, façam o favor de puxar pela memória, e, quando na tabela classificativa incomodavam o Vila Real, aí, ninguém falava de arbitragens…

  2. nem se ve um jogador dos juniores a ser chamado aos seniores do vila acho umavergonha e so estrangeiros

  3. Claro que é um discurso de bota abaixo…
    Que raio de equipa é esta que mais parece um entreposto de estrangeiros?
    Antes não havia dinheiro para pagar aos jogadores que levaram o clube ao CNS, deixaram-nos ir embora com vários meses por receber e agora parece que descobriram ali uma mina de ouro. Donde veio o dinheiro?
    No próximo ano, se a equipa voltar ao regional esses supostos amigos empresários vão manter o seu amor ao clube?
    Vão chamar novamente os jogadores da terra, não é?
    Querem chamar gente da cidade para apoiar a equipa. Mas que equipa? Será que nesta região não há talentos para jogar na equipa mais histórica da região? Quem querem promover? Os resultados estão à vista, anda ali muita gentinha a “mamar” para promover os jogadores dos empresários. Os da terra que abram os olhos e em bloco ponham-se a andar dali para fora. Muitos só estão ali a fazer nº e só serão utilizados quando os outros se magoarem. Alguns vão jogando (Castanha, Fred, Francis) só para darem um ar de que todos contam e nada mais. Mandaram embora o Abel porque ele, pelo amor que tem ao clube, não queria alinhar nesta aldrabice de equipa e agora passa a vida a desculpar-se com a arbitragem. O Vila Real já foi uma grande equipa e se assim fosse os árbitros naturalmente a respeitariam. Foi assim no passado e tem que ser assim no futuro mas só com pessoas competentes e não vendidas é que isso poderá voltar a acontecer. Vê-se ali gente que está amarrada ao poder, não pagam a quem devem e não têm plano nenhum para estabilizar o clube no CNS. Sobe, desce, sobe, desce: é isso que os sócios querem? Â Câmara deveria impor mais responsabilidade e se o clube está para servir gente que anda aqui só de passagem então essa gente que pague a manutenção do estádio, a água e a luz e tudo o resto porque o dinheiro dos contribuintes não deve ser para esses fins que em nada beneficiam a cidade. Vejam o exemplo das equipas que nos visitam: é só quase jogadores portugueses que trabalham e estudam e treinam. Vejam o que fazem a maioria dos jogadores do Vila Real: comer, dormir e treinar. É esta a equipa modelo que querem a representar a nossa cidade e a servir de modelo à rapaziada da Formação? Basta. Haja vergonha e desapareçam se não sabem fazer melhor.

  4. “nos gramam”…
    com esse discurso não me parece que sejas adepto do vila real…

    não vale a pena comentar aqui, pois o que se discute é sempre bota abaixo…

    só gostava de ver estes entendidos todos lá no clube para ver o que faziam, mas falar é fácil…

  5. Grande jogo do Bila. Muito bem, continuem assim. Em vitórias morais vão em primeiros. Esse Angolano não percebe nada de futebol. No próximo jogo vai estar no banco um rapazito coradinho dos juvenis porque o treinador NP vai para a bancada. É um festival, já nem os árbitros nos gramam. Haja paciência por favor.

  6. ele é angolano não o aceitam lá, parece que aquilo agora é so ganeses e brasileiros

  7. angolano tens de treinar mais para ir para lá…
    se já fores velho , faz uma lista e candidata-te…
    falar é facil… viste o jogo? ouviste o treinador do vizela?

    é só ódio pelo clube…

  8. Adepto estou contigo, o bila é roubadinho domingo após domingo e se não viste o jogo é melhor estares caladinho. Queremos o bila nos distritais aí sim somos os maiores sem sermos roubadinhos. Apoio a tua opinião, a direção tem de ter muita paciência e boa vontade, assim os objetivos serão alcançados a tão almejada despromoção. Concordo plenamente com a criação de um campeonato do interior de Vila-real, como participantes: Bila A – Bila B- Bila C , e assim sucessivamente. O Bila era sempre campeão e não existia corrupção, até rima. Pobre mentalidade a deste adepto. A época passada eram lobos esta são adeptos.

  9. Nem viste o jogo se não estavas Caladinho…
    Não tens lá lugar? Azarito…
    Agora a direcao do SCVR tem uma grande dose de paciencia e boa vontade com o que tem acontecido neste campeonato acho que valia mais desistir do que estar a ser roubado quase todos os fins de semana…
    Organize se o campeonato do interior assim já nao entram CA os corruptos de Braga e do porto…

Comments are closed.