CNS – Série B: Ribeirão 2 – 1 Vila Real

1
267

“Ao cair do pano”

Na segunda jornada do Campeonato Nacional de Séniores – Série B, a equipa Vila-Realense teve uma deslocação difícil ao terreno do Ribeirão. Depois da derrota na jornada inaugural em casa, frente ao Varzim, a equipa procurava os três pontos, fora de casa.

O técnico Abel Ferreira promoveu duas estreias no onze inicial. Inácio na defesa, e ainda Orlando, no setor mais avançado da equipa.

O jogo no primeiro tempo, esteve ao jeito dos forasteiros. Jogado em alta rotação, a equipa alvinegra, a chegar a vantagem perto do minuto 32´. Contra ataque muito rápido, com destaque para o papel de Orlando, que “fugindo” pela esquerda, ofereceu o golo a Aquini, que de cabeça, colocou a sua equipa em vantagem.

Por sua vez, a formação do Ribeirão, mais experimentada nestes campeonatos, foi sempre um adversário difícil, mas os alvinegros conseguiram até ao intervalo manter a vantagem.

No segundo tempo, o jogo manteve-se equilibrado até ao minuto 65 . O árbitro da partida, no embaralhado de jogadores, a descortinar uma mão de Inácio na área Vila-realense. Chamado a marcar Ogana, não falhou, empatando o desafio.

Com o empate da equipa da casa, o jogo baixou de intensidade, embora a iniciativa de jogo pertence-se aos locais. Mas o resultado final só foi encontrado ao minuto 90+5. Isaiah a ser mais forte e marcar mesmo ao cair do pano em Ribeirão. Um “balde de água fria” para os alvinegros, que momentos antes, através de Bukia, tiveram a hipótese de sair de Ribeirão com outro resultado.

Mesmo sem ter pontuado, nestas primeiras jornadas, a equipa mostra bons argumentos para “dar a volta por cima”.
O Vila Real, no próximo Domingo recebe o 1º de Dezembro, jogo a contar para 1º eliminatória da Taça de Portugal.

Ribeirão 2 – 1 Vila Real

Jogo no Estádio do Passal em Ribeirão

Árbitro: Duarte Oliveira – AF Braga

Auxiliares: Xavier Fernandes e Licínio Vieira

Vila Real: Rúben Nogueira, Carreira, Fred Coelho ©, Inácio Miguel, Zé Diogo, Francis (Hélio 34´), Castanha, Aquini (Rui Magalhães 67´), Miguel Morais, Bukia e Orlando (Patrick 78´)

Técnico: Abel Ferreira

Ribeirão: Nuno Santos, Vitinha, Dylan Matos, Yohanna Buba, Gil Barros, Ângelo Varela©, James Igbekeme, Mendonça (Boa Morte 46´), Isaiah, Ogana e João Gomes (Carlos Veiga 79´).

Técnico: Pedro Hipólito

Ação disciplina: Cartão Amarelo para Fred Coelho (3´); Nuno Santos (27´); Castanha (52´); Inácio (64´); Bukia (72´);James (84´)

Golos: 0-1 Aquini (32´); 1-1 Ogana g.p (65´); Isaiah (90+5)

*Foto de Arquivo

Deixar comentário

Comentário

1 comentário

  1. Verdade senhor do Pedras, deviam lutar pela nossa associação e pelo bem dos clubes, mas esses senhores preferem que os clubes vao para as regionais para terem mais receitas, assim é dificil e não basta sermos melhores para ganharmos temos de ser muitos melhores! O problema é que se isto se repete qualquer dia à barracada no estádio e depois ainda somos os insurretos.

Comments are closed.