CNS-Série A: Bragança 2-1 Pedras Salgadas

0
539

Vitória ao cair do pano….

O Pedras Salgadas perdeu no “derby transmontano”, ao sair derrotado por 2-1 na deslocação a Bragança.

A vitória da formação local só foi alcançada ao minuto 94, por intermédio de Samir, que ao “cair do pano”, conseguiu garantir a conquista dos três pontos para a turma de André David.

O jogo ficou ainda marcado pelas expulsões  do central Ramalho, bem como do técnico Carlos Guerra e o seu adjunto Bruno Alves do Pedras Salgadas.

A primeira parte teve maior superioridade do Bragança, com o  primeiro golo do jogo, a surgir ao minuto 15, com Horácio a finalizar da melhor forma uma jogada de ataque construída por Gerome.

Neste período o Pedras Salgadas foi sempre uma equipa com os sectores muito afastados e só em futebol directo conseguiu algum perigo junto do último reduto local.

Na segunda parte o juiz do encontro Hélder Lamas (AF Braga), foi o protagonista pela negativa da partida, ao  expulsar Ramalho ao minuto 57, numa falta a meio-campo. Primeiro exibiu o cartão amarelo e depois  o vermelho directo deixando a equipa termal, em desvantagem numérica no jogo.

Mesmo em inferioridade numérica, o Pedras Salgadas uniu-se e começou a ter o domínio do encontro com o avançado Fall em  clara evidencia na frente de ataque.

Ao minuto 75, ficou uma grande penalidade evidente por marcar a favor dos aguiarenses, num lance onde o central Obama joga deliberadamente o esférico com a mão dentro da área de rigor, ao qual o juiz da partida fez “vista grossa”, o que levou o técnico visitante Carlos Guerra a protestar para com o árbitro da partida, com este a dar ordem de expulsão.

Com o seu treinador na bancada e sem menos um homem em campo, o Pedras Salgadas vai chegar ao empate na transformação de um penalty a castigar falta de um defensor da casa sobre o dianteiro Baba. Na conversão, Fall não perdoou.

No último minuto de compensação (94), a equipa  comandada por André David vai alcançar o golo do triunfo por intermédio de Samir que “saltou do banco “, para dar a vitória aos da casa numa finalização de grande nível.

Em suma, um jogo onde o Bragança foi a formação mais feliz pela forma como obteve o triunfo, numa partida onde o Pedras Salgadas justificou plenamente a igualdade no marcador principalmente pelo caudal ofensivo que teve na segunda parte.

A arbitragem de Hélder Lamas acabou por ser negativa quer no aspecto técnico, quer no aspecto disciplinar.

Luís Miguel Roçadas

Ficha técnica:

Estádio Municipal de Bragança

Arbitro: Hélder Lamas (AF Braga)

Auxiliares: José Caldeira e Nelson Cunha

Bragança: Nelson; Gonçalo; Nuno Corunha; Horácio (Samir 76′), Borges; Tony; Karaté; Lemos; Gerome (Edi 68′); Kapelo; Obama.

Treinador: André David

Pedras Salgadas: Nuno Dias; Queiroz; Ramalho; Lamine; Daniel Gonçalves; João Fernandes(Dani 91′); Latyr; Mourão; Youssouf (Gomis 68′), Hugo Silva (Baba 81′); e Fall.

Treinador: Carlos Guerra

Cartões Amarelos: Ramalho (57′); João Fernandes (71′); Latyr (75′)

Cartões Vermelhos: Ramalho (57′)

Marcadores: Horácio (15′); Fall (89 g.p); e Samir (94)

Deixar comentário

Comentário