Orlando

Nesta terceira jornada da segunda fase do CNS,a equipa alvinegra viajou até Felgueiras, com o claro intuito de trazer os três pontos.

O jogo começou vivo, com a equipa da casa a entrar melhor na partida.Com as linhas bastante subidas, chegou cedo ao primeiro golo. Ao minuto 10 da partida, e na sequência de um canto na direita, Tiago Bessa vai marcar o primeiro golo da tarde.

A equipa do Vila Real, demorou um pouco a serenar o seu jogo, e só bem perto do minuto 21, conseguiu importunar a baliza de Cajó. Bukia de longe, rematou forte com o esférico a sofrer um ressalto e a sair pela linha de fundo. Na sequência do canto, de novo Bukia na jogada, mas a defesa atenta a aliviar o perigo.

Os alvinegros, vão empatar a partida à passagem do minuto 25. Bukia no centro do terreno, a lançar Orlando na direita, com o paraguaio a acelerar para o golo. Cajó ainda toca no esférico, mas a bola ultrapassa lentamente a linha do golo, colocando tudo igual no marcador.

Com o golo do empate, a equipa do Vila Real acelerou, ainda mais o seu jogo, e Felipe Martins teve perto de marcar, valeu novamente a atenção de Cajó, muito bem colocado entre os postes.

No segundo tempo, a equipa de Nuno Pereira entrou melhor, e Felipe Martins têm a melhor ocasião da partida, mas o avançado alvinegro a demorar muito, sendo desarmado pelo seu opositor.

Aos 55 minutos, o Vila Real vai dar a reviravolta no marcador. Diogo a cortar a bola com a mão dentro da área de rigor, com o juiz da partida a apontar para a marca dos 11 metros.

Chamado a marcar, Felipe Martins não falhou colocando os Vila-Realenses em vantagem no marcador.

A formação da casa, respondeu por intermédio de Coelho, que de longe proporciona defesa difícil a Miguel Assunção.

Shuster aos 67´, em destaque, com o médio a fintar dois adversários, mas no momento do remate, o esférico acabou por sair um pouco ao lado do alvo, perdendo-se o terceiro golo para os transmontanos.

De seguida, é Orlando, que ao segundo poste não dá o melhor seguimento ao excelente cruzamento de Bukia.

A cinco minutos dos 90´, a equipa do Felgueiras vai chegar ao empate. Livre descaído na direita, com Diogo Oliveira, a contar novamente com a passividade de toda a defesa alvinegra e a emendar para a baliza de Miguel Assunção.

Até final da partida, uma ocasião de golo para cada formação. Primeiro, é a equipa da casa, que por intermédio de Pinto envia a bola ao poste, e na sequência da jogada em contra – ataque a equipa do Vila Real poderia também chegar ao golo, não fosse a intervenção segura do guardião Cajó.

Na próxima jornada, o Vila Real recebe o Tirsense, num jogo onde é fundamentar ganhar, mantendo assim as aspirações de permanência no CNS.

José Carlos Leitão

 

Jogo no Estádio Dr. Machado de Matos, em Felgueiras.

Arbitro: João Sousa (AF Bragança).

 

Felgueiras: Cajó, Carlos, Diogo, Samuel©, Pinto, Hélder Pedro, Neves (Rafa Costa, 64´), Moreira, Coelho, Tiago Bessa e Mané.

Treinador: Zamorano

 

 

SC Vila Real: Miguel, Daniel (Rui, 64´), Fred©, Anderson, Telmo, Inácio (Emanuel, 90+1´), Schuster (Castanha, 78´), Bukia, Orlando, Felipe Martins e Cristiano.

Treinador: Nuno Pereira

 

Ao intervalo: 1-1

Golos: 1-0, Tiago Bessa (10´); 1-1, Orlando (25´); 1-2, Felipe Martins (55´g.p); 2-2, Diogo (85´).

Disciplina: Cartão amarelo a Telmo (17´); Hélder (28´), Daniel (29´); Coelho (44´); Schuster (64´); Rui (85´); Samuel (87´); Orlando (90+1´).

 

Deixar comentário

Comentário