CNS: Análise à 9ª Jornada

0
141

CAmpeonato nacional de senioresPedras Salgadas em crescente no campeonato, Vila Real cada vez mais último

A 9ª jornada do CNS coincidiu efectivamente com o final da primeira volta do campeonato, contudo as equipas transmontanas apresentam até ao momento classificações completamente diferentes. Se na Série A, o Pedras Salgas está situado nos primeiros lugares da tabela classificativa, na Série B o Vila Real é o lanterna vermelha da prova.

Neste fim-de-semana desportivo, todas as equipas que jogaram no seu reduto venceram na Série A, podemos por isso afirmar que foi de facto uma jornada caseira. Porém, o Pedras Salgadas com o triunfo (1-0), sobre o Santa Maria ascendeu à segunda posição da geral classificativa e encontra-se na zona do play-off de promoção. Quem também alcançou um excelente resultado, foi o Fafe que recebeu e venceu de forma meritória o Mirandela (2-0), e lidera isolado o campeonato. Por seu intermédio, o Bragança atravessa um crise de maus resultados, já que voltou de novo a perder, na deslocação a Limianos averbou novo desaire desta feita (2-1), e cai alguns lugares na tabela classificativa. Todavia, a surpresa desta ronda, acabou por ser a formação do Vieira, actual último classificado que somou a sua primeira vitória na prova, ao triunfar em casa perante o Vilaverdense (2-0).

No que diz respeito à Série B, mencionar que o Vila Real somou a sua sétima derrota na competição. A jogar fora de portas os comandados de Nuno Pereira não se conseguiram superiorizar ao Amarante, na qual perderam (3-0). Num encontro onde o ex- avançado vila-realense André Azevedo, marcou um dos golos da formação de Pedro Pinto.

Nesta ronda também é de salientar a segunda derrota do Famalicão, que a jogar em casa perante o seu público, perdeu de forma algo “surpreendente” com a equipa da Oliveirense (1-2). Situação que foi aproveitada pelas equipas do Varzim e Vizela que venceram os seus respectivos encontros e continuam posicionadas nos dois primeiros lugares da tabela classificativa.

Luís Miguel Roçadas

Deixar comentário

Comentário