Castanha: Saio orgulhoso por ter representado o SC Vila Real

0
262

 Temos que aceitar pois são coisas naturais da vida e apenas posso garantir que saio orgulhoso por ter representado o SC Vila Real e com o dever cumprido de que dei sempre o meu melhor em prol do clube”

O Desportivo Trasmontano e Noticias de Vila Real, esteviveram à conversa com o João Castanheira, conhecido por Castanha nos “meandros desportivos”, que nos falou da sua saída do clube, dos êxitos dos anos anteriores, e da época atípica do SC Vila Real na estreia do CNS, que só na derradeira jornada garantiu a manutenção.

Foram oito anos ao serviço do Vila Real, quais os motivos que levaram a tua saída?

Houve apenas um motivo para a minha saída do SC Vila Real, o qual era impossível eu ultrapassar, que era o horário de treino coincidir com o horário de trabalho e quando assim é, não há muito mais a fazer.

Achas que a direção fez tudo para te manter no clube?

Nem quero ver as coisas por esse ponto, acredito sim, que a direção toma as decisões com o único objetivo de tornar o SC Vila Real melhor e temos que as aceitar. Até porque não sou profissional de futebol e apenas procurei ajudar enquanto me foi possível fazê-lo. Agora que não me é possível só me resta desejar boa sorte ao SC Vila Real.

Qual foi a tua melhor época no SC Vila Real?

Apenas por uma questão de princípio no qual defendo e sempre defenderei, o coletivo e não o individual, destaco não apenas uma época mas sim todas as épocas em que os objetivos do Vila Real foram atingidos. Campeão Distrital 2007/2008, 2010/2011 e 2013/2014, ainda vencedores da Taça AF Vila Real na época de 2007/2008 e 2013/2014 e o 5º lugar alcançado na antiga 3ª divisão no ano de 2011/2012.

Como vês esta mudança de paradigma no clube, com a aposta clara em atletas que vivem exclusivamente do futebol em detrimento dos ditos “jogadores da terra”?

Após uma manutenção no ano anterior difícil mas que todos nós sabíamos que tínhamos valor para a conseguir e para muito mais, é normal que a própria direção tenha como objetivos algo mais que a simples luta pela manutenção e como vimos no ano anterior todas as equipas que tinham esse tipo de objetivos adotavam esse modo de trabalhar, por isso se o Vila Real tem esse meios porque não aproveitá-los desde que seja saudável para o clube.

Ponderas continuar a jogar futebol, se claro existir uma proposta aliciante?

Tenho como objetivo continuar a jogar futebol desde que me veja inserido num clube com objetivos definidos e seriedade no trabalho de modo a me manter motivado.

Se pudesses mudar alguma coisa no futebol atual, o que seria?

No futebol em si não mudaria grande coisa, pois acho que a essência do futebol é mesmo esta, todos nós somos jogadores, todos nós somos treinadores e tudo isto permite que o futebol seja um desporto adorado por tanta gente. Mudaria sim, apenas as condições de trabalho para os mais jovens, pois são nestas idades que eles evoluem. Sendo que, para acontecer esta evolução são necessárias condições para que os próprios treinadores possam potenciar essa evolução.

Onde te imaginas daqui a um ano?

Sinceramente… que continue a trabalhar e com disponibilidade para continuar a praticar futebol.

Foste bastante acarinhado pelos adeptos do Vila Real, onde chegaste mesmo a ser capitão de equipa. Vais ser difícil dizer adeus aos alvinegros?

Claro que é sempre difícil dizer adeus a um clube que representei durante tantos anos e no qual senti sempre um enorme apoio e carinho por parte dos adeptos, mas como tudo na vida, existe um inicio e um fim. Sempre soube que mais tarde ou mais cedo isto teria que acontecer. Temos que aceitar pois são coisas naturais da vida e apenas posso garantir que saio orgulhoso por ter representado o SC Vila Real e com o dever cumprido de que dei sempre o meu melhor em prol do clube e dos seus adeptos.

Que mensagem queres deixar a todos os que seguiram e seguem a tua carreira?

Quero agradecer a todos os que me endereçaram mensagens de apoio após a comunicação da minha saída do SC Vila Real e agradecer também a todos os que me apoiaram durante todos estes anos em que representei o ”Bila”, em especial é claro à minha família, mas também com um especial obrigado a todos os adeptos e simpatizantes do nosso “Bila” que incansavelmente apoiam o clube, a todos eles, OBRIGADO.

José Carlos Leitão

Deixar comentário

Comentário