Carlos Viera e Pedro Salvador recuperaram terreno nas contas do Campeonato Nacional de Velocidade (CNV) 2014 na Rampa da Falperra e ocupam já a terceira posição da tabela. Agora, nesta terceira jornada da competição, o objectivo passa mais uma vez por tentarem a vitória para recuperarem ainda mais na classificação e prosseguirem o caminho que idealmente os levará ao título de campeões nacionais, a meta principal a que a dupla de pilotos nortenhos se propôs para esta temporada.

O CNV vai para a terceira jornada do calendário, já no próximo fim-de-semana, e tem mais uma incursão na Montanha, a segunda e última da época, agora no cenário imponente da Serra da Estrela, a mais alta de Portugal continental. Carlos Vieira e Pedro Salvador assumem mais uma vez o objectivode tentarem vencer a corrida, já que é essa a postura da dupla para todas as provas.
Conseguiram-na na jornada anterior, na Falperra, onde suplantaram toda a concorrência, depois de uma jornada inaugural no Circuito de Vasco Sameiro, em Braga, em que a fraca pontuação obtida devido a problemas técnicos no Tatuus PY012 da Veloso Motorsport não correspondeu de todo ao excelente andamento evidenciado. Enquanto rodaram sem condicionalismos, Vieira e Salvador foram sempre os mais rápidos em pista.
Com uma experiência muito reduzida na Montanha, Carlos Vieira vai prosseguir a sua adaptação à disciplina e tem como meta evoluir. “A Rampa da Falperra foi a primeira prova de Montanha que disputei na minha carreira e com apenas três subidas oficiais é muito difícil ganhar-se ritmo. Mesmo assim, fiquei satisfeito com a minha adaptação e vou tentar ser ainda mais eficaz na Serra da Estrela. Mas o essencial foi a vitória, que vamos procurar repetir agora, para perseguirmos o grande objectivo da época, que é sermos campeões nacionais”, lembra o piloto da Braga.
Já Pedro Salvador domina os terrenos da montanha como muito poucos, como a série de títulos de campeão nacional conquistados nos últimos anos comprova e o «tempo canhão» obtido na Falperra confirma. “Vamos para a Serra da Estrela a pensar na vitória, como sempre fazemos, e a possibilidade de sairmos de lá mais perto da liderança do campeonato é um incentivo extra. Vamos esperar que tudo corra pelo melhor, porque motivação não falta”, assegura o flaviense.
A Rampa Internacional da Covilhã – Serra da Estrela disputa-se no próximo fim-de-semana (7 e 8 de Junho) e é organizada pelo Clube Aventura do Minho (CAMI)Motorsport. Pontuapara o CNV 2014, para Taça da Europa de Montanha, para o Campeonato Nacional de Montanha e para os Troféus Desafio Único.

 

Deixar comentário

Comentário