BCVR: Nova vitória mantém esperança

0
362

Campeonato Nacional da 1ª Divisão (CNB 1)
Nova vitória no Porto mantém viva a esperança da qualificação

BCVR/CONFITEC – 76
Académico FC – 67
Jogo disputado no Pavilhão do Académico FC. 18 de janeiro de 2014 – 21:30 horas. Parciais: 14-18, 16-16, 23-15, 14-27.
BCVR/CONFITEC: João Lima, Luís Sousa, José Félix (cap.), Pedro Pereira (25), José Brito (4), José Gomes (16), Miguel Rodrigues, Pedro Mota, Rúben Marques, Ricardo Stringfellow (18) e Tiago Rodrigues (13). Treinador: Sebastião Mota.

Com mais uma boa atuação, os lobos conquistaram nova vitória, agora no reduto do Académico. Um resultado positivo que mantém em aberto as possibilidades da equipa de Vila Real atingir a segunda fase do CNB 1. Quando faltam 5 jornadas para o final da 1ª fase, o BCVR/CONFITEC disputa 3 partidas em casa e 2 fora, todas com um grau de dificuldade elevado. Mas as boas atuações permitem acalentar a esperança de poder avançar para a fase seguinte da prova.
No jogo do Porto, num pavilhão tradicionalmente difícil, destaque para a grande capacidade defensiva dos vila-realenses, que souberam manter-se concentrados durante todo o encontro, mesmo nos momentos em que o Académico passou para a frente do marcador, já na segunda parte do encontro. Um jogo equilibrado do início ao fim, com alternâncias na liderança do marcador, mas com um predomínio dos lobos. Nos últimos minutos da partida, o Basket Club conseguiu definitivamente atingir uma vantagem segura que garantiu os 2 pontos. Na próxima jornada, a disputar em Vila Real diante do Sporting de Braga, joga-se mais um capítulo das 5 finais que esperam os vila-realenses. O jogo terá lugar no sábado, dia 25 de janeiro, às 21 horas, no Pavilhão dos Desportos de Vila Real.
Campeonato Nacional de Cadetes Masculinos (fase de qualificação)
Em jogo dramático, BCVR/GROUPAMA vence ATC e conquista o norte

ATC Joane – 53
BCVR/GROUPAMA – 58
Jogo disputado no Pavilhão de Vermoim. (Famalicão). 18 de janeiro de 2014 – 17:00 horas. Parciais: 07-12, 06-08, 16-04, 11-27.
BCVR/GROUPAMA: João Cruz, Licínio Rego (3), Pedro Abreu, José Figueiredo, Luís Martins (7), João Figueiredo (9), Bruno Martins, Rui Fernandes, João Costa (8), Rodrigo Lima (18) (cap.) e Paulo Subtil (13). Treinadores: Rúben Marques e José Félix.
Uma final dramática e disputada até ao último segundo marcou este encontro de grande equilíbrio, com um desfecho positivo e merecido para o BCVR/GROUPAMA, que desta forma conquistou o Grupo Norte da fase de qualificação para o Campeonato Nacional de Cadetes Masculinos. Depois desta conquista, os lobos disputam a finalíssima com o vencedor da zona centro (Ginásio Figueirense). Os 2 jogos decisivos decorrem já no próximo fim de semana (25 e 26 de janeiro).
Um jogo impróprio para cardíacos. Recorde-se que na primeira partida entre as 2 equipas, disputada em Vila Real, o ATC saiu vencedor por 58-54, o que obrigava os lobos a vencerem em Famalicão por uma vantagem de 5 pontos, justamente o resultado alcançado. Com um começo irreconhecível, os vila-realenses permitiram aos famalicenses conquistar uma vantagem de 8 pontos que indiciava uma supremacia dos minhotos. Mas com o decorrer da partida, os lobos (finalmente) começaram a entrar na partida e passaram a recuperar a vantagem no marcador. A equipa famalicense passou a ser dominada e os seus principais jogadores ficaram limitados pelas faltas cometidas. Na segunda parte o BCVR/GROUPAMA deu a reviravolta ao marcador e teve a possibilidade de resolver a partida a seu favor, sem conseguir concluir 3 ataques consecutivos que permitiriam uma vantagem confortável. Aproveitou o ATC para voltar ao jogo e diminuir a vantagem. Faltando apenas dois décimos de segundo para o fim do encontro, uma má decisão do árbitro da partida permitiu ao ATC desfrutar de 3 lances livres, que lhe dariam o empate na decisão. Mas a conversão de apenas 2 deles permitiu aos lobos festejar uma merecida vitória, em condições adversas e onde a ansiedade foi a nota dominante.
Taça João Mendes
BCVR/CORGOBUS com duas vitórias no fim de semana
As duas equipas do BCVR/CORGOBUS estiveram em jogo no fim de semana passado, com resultados positivos na Taça João Mendes. A deslocação ao campo do CTM de Vila Pouca de Aguiar saldou-se por uma vitória por 72-60.
No domingo, e cumprindo mais uma deslocação ao distrito do Porto, os minis do BCVR/CORGOBUS estiveram presentes na concentração organizada pelo CD José Régio, de Vila do Conde. Diante das equipas do Guifões e do clube da casa, os lobitos mostraram muita determinação e acabaram por bater os donos da casa, apesar de terem saído derrotados diante da excelente equipa matosinhense. Mas importa destacar nestes escalões a aprendizagem e o incremento formativo da modalidade, ingredientes fundamentais para seguir rumo ao futuro.

Chaves já tem basquetebol
BCVR/TINTAS EUROPA apadrinhou o regresso da modalidade a Chaves
O Basket Club de Vila Real volta a fazer história na modalidade. Fruto da estreita colaboração encetada com a Academia de Desporto de Chaves, o clube vila-realense organizou o primeiro jogo deste clube na modalidade, que decorreu no passado sábado, dia 18 de janeiro, no Pavilhão dos Desportos de Vila Real. Um motivo de comemoração para os amantes da modalidade, que há muitos anos desejavam o aparecimento de um clube nesta cidade transmontana. Estão já agendados mais encontros no mês de fevereiro, estando prevista a organização de um triangular com a participação da cidade espanhola de Verin e o Basket Club de Vila Real. Estão igualmente a ser discutidas novas parcerias e projetos que permitam consolidar o lançamento da modalidade em Chaves.
A partida histórica acabou com a vitória dos flavienses por 48-42.
Ficha do jogo
BCVR/TINTAS EUROPA: Miguel Fontes, Yoan Ramos, Bernardo Parafita, Artur Freitas, Pedro Coutinho, Artur Carvalhal, Filipe Pinto, Paulo Silva, Diogo Coelho, Francisco Dias (cap.), Miguel Matos, Gonçalo Mata e João Samões.
ACADEMIA DE DESPORTO DE CHAVES: Aleixo, L., Ribeiro, G., Taveira, J., Martins, L., Martins, M., Mota, P., Sousa, J. (cap.), Sampaio, M., Lopes, R., Setas, M. e Moura, D.

Deixar comentário

Comentário