Há jovens aguiarense espalhados pelo mundo que se destacam nas mais diversas áreas: música, desporto, artes, etc. No entanto, no futebol, são poucos os que alcançam patamares competitivos mais elevados, muito menos no género feminino. Há, contudo, uma jovem que está a fazer a diferença no outro lado do Atlântico, onde já é uma promessa.

Andrea Fernandes Neves é uma jovem de ascendência aguiarense que está a estudar desporto numa universidade do Estado do Texas, nos Estados Unidos da América. Em simultâneo, joga futebol na equipa universitária, tendo conseguido conquistar vários
títulos individuais e coletivos na época que terminou.

A atleta, que nasceu na Alemanha, onde os pais, naturais de Telões, estão emigrados, conseguiu uma bolsa para ir jogar futebol e estudar nos Estados Unidos da América, uma experiência que não quis desperdiçar. “Sempre quis jogar futebol. É o meu sonho desde
criança. Quando tive a oportunidade para fazer um curso superior e jogar, ao mesmo tempo, não hesitei”, contou ao Desportivo Transmontano e Noticias de Aguiar, depois da final do VII Torneio Inter-freguesias de Futsal, na qual a sua equipa, da Zona Sul, chegou à final.

“Na universidade, tudo gira em torno do futebol”

Andrea já jogava na segunda divisão do campeonato nacional feminino, na Alemanha, país onde fez toda a formação desportiva. No entanto, continuar a competir e prosseguir os estudos não seria fácil de conjugar. Felizmente, nos Estados Unidos, o sistema de ensino permite conciliar a formação superior com a vertente competitiva, no mesmo estabelecimento de ensino. Assim, Andrea, que frequenta o curso “General Studies”, em Tyler Junior College, é guarda-redes de futebol na equipa “Apaches”.

“Estou a adorar o curso, a cidade e a minha equipa. Já consegui muitos feitos. Como sou atleta, tudo gira à volta do futebol. Se tiver jogo à tarde, só tenho aulas de manhã. No futuro, o meu objetivo é ser jogadora profissional. É o meu sonho. Seja na Alemanha, nos Estados Unidos ou em Portugal. Eu quero é jogar futebol e fazer disso vida”, acrescentou a jovem atleta, que completou, recentemente, 20 anos.

Apesar de ser guarda-redes, Andrea começou a jogar numa posição avançada, na Alemanha. Foi depois de experimentar a baliza que descobriu a sua verdadeira vocação. No entanto, no torneio Inter-freguesias de Vila Pouca de Aguiar, em que costuma competir,
quando vem de férias a Portugal, joga na frente do terreno de jogo. A jovem confessou ainda que adora a sua terra e que, para onde vai, leva sempre no coração Vila Pouca de
Aguiar.

Deixar comentário

Comentário