AFVR: Montalegre vence 3ª Supertaça Sequeira Teles

0
431

supertaça_2À segunda foi de vez. Na terceira edição da supertaça, e após ter perdido, há um ano, o troféu para o Vila Real, a turma do barroso arrecadou o primeiro título da época.

A equipa do CDC Montalegre venceu o Mondinense e conquistou a Super Taça Sequeira Telles (AFVR), sucedendo assim a Pedras Salgadas e Vila Real. Foi necessário recorrer ao prolongamento para apurar o vencedor da competição. Os pupilos de José Manuel Viage, acabaram por festejar a conquista, com um golo solitário de Michel, aos 96 minutos.

A data escolhida para o encontro poderia não agradar a muitos (tanto Montalegre como Mondinense disputam jogos importantes no próximo domingo), mas as alternativas eram escassas. A noite estava fria e à hora em que o jogo arrancou no Complexo Desportivo de Vila Pouca de Aguiar estavam cerca de 10 graus de temperatura. O jogo, por isso, foi tudo menos quente. Poucas oportunidades de parte a parte, sem lances claros de golos, com o jogo a prometer prolongamento.

 

Golo tardou mas chegou

Enquanto que, no Montalegre, Badara era o mais irrequieto, com jogadas de desequilíbrio que levaram pouco perigo, do outro lado o Mondinense aproveitava os lances de bola parada, principalmente por Padi e Zé Diogo, que deram muito trabalho a Vieira, mas sem resultados.

No prolongamento foi o Montalegre a querer mais a vitória, com o sueco Michel, uma novidade da época, a procurar a triangulação com Badara e Zacharias, que aos 90+6 deu em golo. Cruzamento do lado direito do ataque barrosão, Badara endoça a bola de cabeça para Michel, que só precisou de encostar, evitando o guardião César.

Vitória merecida do Montalegre, que, com um plantel praticamente renovado, foi mais forte no último terço do terreno, dando mostras que nesta época apostará claramente na subida de de divisão.

supertaça_1

Ficha de jogo:

Jogo no Complexo Desportivo de Vila Pouca de Aguiar

Árbitro: André Santos

Montalegre: Vieira, Clayton (Zacharias, 55′), Gabi (Viafara, 90+7′), Leonel Fernandes, Igor, Zé Luís, José Victor, Asprilha, Vargas (Robert Michel, 62′), Rentería e Badara

Treinador: José Manuel Viage

Mondinense: César, Marcos Pinto, Rui Beja, Henrique (José Miguel, 56′), Padi (Geninho, 66′), Bigodes, Saroto, Zé Henrique, Danny (João Miguel, 80′), Feliciano e Zé Diogo

Treinador: Vítor Pereira

Marcador: Robert Michel (90+6′)

Amarelos: Zé Luís, Robert Michel, Saroto e Feliciano

 

Filipe Ribeiro (texto e fotos)

Deixar comentário

Comentário