AFVR: Montalegre 0-1 Vila Real

5
528

No jogo grande da 21º jornada da AFVR, a formação do Montalegre e o Vila Real proporcionaram um excelente espectáculo de futebol, com animação e incerteza devido à qualidade patente no terreno de jogo.

O jogo começou com o ritmo muito alto, com as linhas bem subidas de parte a parte, recaia nas alas a capacidade para desequilibrar. Aos 9 minutos, Castanha de longe enche o pé, mas o esférico a sair ao lado do experiente guardião Vieira.

Por sua vez, o Montalegre muito bem comandado, foi de bola parada que respondeu. Canto na esquerda do seu ataque, Vasques a aparecer muito bem ao segundo poste, mas de cabeça a atirar ao lado.

Aos 16 minutos, Vieira a ter uma saída temerária dos postes, mas a voltar a revelar toda a sua experiência, e a tirar o esférico dos pés do avançado Leandro.A equipa forasteira em contra ataque, está perto de marcar, Zé Diogo a subir bem na esquerda e a encher o pé, com o remate a sair bem colocado, mas Vieira à segunda a segurar.

Aos 42 minutos, com uma defesa (quase) impossível de Néne, evitou o golo da equipa da casa. André Veras rematou de cabeça com conta, peso e medida, dando oportunidade de Néne brilhar. Na sequência da jogada, Leonel ainda tentou com toque artístico, mas novamente Néne no caminho da bola.

E quando não se marca, normalmente sofre-se, e foi o que aconteceu ao Montalegre. Livre descaído na direita de Shuster, que colocou a bola na cabeça de Peixoto, com o central a acabar em alta a primeira parte, depois de ter tido na sua defensiva cortes providenciais, ajudou a equipa a colocar-se em vantagem a beira do intervalo.

No segundo tempo, a equipa do Montalegre a entrar melhor na partida, mais aguerrida e com vontade de mudar o resultado. De bola parada, Fortunato bateu forte, mas o esférico a não levar a melhor direcção.

Viage aos 60 minutos, a apostar em PTT e Jaime, colocando mais gente no ataque, e aos 71 minutos, e numa jogada iniciada em André Veras no lado esquerdo, teve muito perto do golo, valeu o corte de Zé Diogo praticamente em cima da linha, evitando o tento da equipa da casa.

Do outro lado, e quando sobravam espaços para a atacar, Vasques a ser mais uma vez importante, ao cortar o passe de Miguel, quando Rui aparecia nas suas costas, ficando em posição privilegiada.

Até final, ambas as formações tiveram perto do golo, mas o resultado não mais se alterou.

Boa Arbitragem

José Carlos Leitão

Ficha Técnica:

Estádio: Dr. Diogo Alves Vaz Pereira – Montalegre
Árbitro: Hugo Araújo
Auxiliares: José Teixeira e Rubén Clemente

Montalegre: Vieira, Fortunato, Jorge Fidalgo(PTT 59´), Bruno Madeira, Marco (Carvalhal 68´), Leonel Fernandes, Abreu, Chico (Jaime 59´), Vasques, André Veras e Rendeiro.
Técnico: José Manuel Viage

Vila Real: Néne, Carreira, Peixoto, Fred, Zé Diogo, Francis, Castanha, Shuster (Eduardo 74´), Rui (Tiago 94´), Miguel (Dioguinho 65´) e Leandro.
Técnico: Abel Ferreira
Amarelos; Néne (52´), Eduardo (94´), Bruno Madeira (95´)
Marcadores: Peixoto(43´)

Deixar comentário

Comentário

5 Comentários

  1. Este ano está tudo bem encaminhado para que mais 2 canecos (juniores e seniores), 2 não podem ser 4 (seniores, juniores, infantis “A” e Beijamins “A”… isto sim é o que poderá acontecer.

  2. MUITO FRACOS OS DO VILA SEM ARBITROS ERA UM ZE NINGUEM
    VEJAO BEM AS VEZES K FOI MBENE FIÇIADO QUANDO NAO EMPATOUM OU PERDEU

  3. O grande problemas dos anti-Bila é que só aparecem quando algo corre mal. Agora calam-se como os ratos à espera que anoiteça para abocanhar o que nem eles sabem como fazer. Incompetentes e covardes sempre houve e sempre haverá. O que interessa é que o nosso Bila está vivo e recomenda-se. Este ano está tudo bem encaminhado para que mais 2 canecos (juniores e seniores) venham para as nossas vitrines. E no próximo ano, com o Calvário requalificado, verão a alma do Bila a renascer para um futuro muito promissor. É preciso manter a mesma atitude e as dores desses críticos são para nós alavancas de estímulo, portanto só vos temos a agradecer…

  4. Mais uma vez o nosso “Bila” mostrou e calou todos os críticos que por aqui passam a tentar prejudicar e difamar equipa e jogadores. Visto que demos um grande passo rumo à subida de Divisão de agora em diante todos estes criticos vão recolher às suas casotas e estar caladinhos por uns tempos. Força Bila e parabéns a estes atletas que mesmo em dificuldades financeiras dão tudo a este clube.

Comments are closed.