A 25ª jornada da Divisão de Honra AF Vila Real ficou marcada por alguns resultados interessantes que animaram a tabela classificativa.

O Régua com a vitória em casa diante do Vilar de Perdizes (2-1) alcançou o Vila Real no segundo lugar da prova. Os durienses são a melhor defesa do campeonato e uma das equipas menos batidas em todos os campeonatos distritais do nosso país. O jogo contra o Vilar de Perdizes teve períodos de bom futebol, apesar do vento nem sempre ajudar ao espectáculo. A vitória do Régua é merecida e justa.

O Murça regressou aos triunfos na competição após bater em casa o Salto por 4-1. Numa exibição personaliza e de gala a equipa orientada por José Ribeiro foi dominadora e justificou a conquista dos três pontos.

Já o Vidago conseguiu conquistar um importante empate (2-2) na visita ao Cerva. O encontro teve duas partes distintas. Nos primeiros quarenta e cinco minutos os donos da casa foram superiores, mas na etapa complementar a turma da vila termal rectificou a sua postura e melhorou a qualidade do seu jogo. A igualdade final aceita-se.

O Valpaços na recepção ao Atei obteve uma boa vitória (2-0). A formação da Capital do Folar voltou a comprovar que a jogar no seu reduto é um adversário difícil de ultrapassar. Por incrível que pareça e apesar da derrota, o Atei realizou um bom jogo. Durante todo o desafio a colectividade de Jorge Capelas desperdiçou diversas oportunidades de golo. Contudo, pecou no sector defensivo.

O Ribeira de Pena na deslocação a Santa Marta foi surpreendido com uma goleada (4-1). Os penaguiotas estiveram fortes no sector ofensivo e alcançaram um resultado que lhes permitiu subir ao oitavo posto no campeonato. Já o Ribeira de Pena não conseguiu estar ao seu melhor nível e sofreu uma derrota difícil de digerir.

Quanto ao Vila Pouca, a equipa orientada por Patrick Canto está a realizar uma óptima segunda volta do campeonato. Desta vez os aguiarenses foram ganhar ao Abambres (2-1). Mesmo em inferioridade numérica durante grande parte do encontro o Vila Pouca demonstrou ter argumentos para vencer o jogo. Por seu turno, o Abambres nas últimas jornadas tem perdido alguns pontos em casa e caiu para sexto posto.

Em último lugar focar o triunfo do Chaves “Satélite” (1-0) diante do Fontelas. Perspectiva-se  uma vitória folgada e por números maiores do actual líder da Divisão de Honra. Porém, o Fontelas “tapou” bem os caminhos da sua baliza e procurou adiar o triunfo previsível dos flavienses. Com este resultado o Chaves chegou aos 65 pontos.

A equipa |

O Régua foi nomeado a equipa da jornada. Os durienses estão a realizar uma grande temporada e voltaram a entrar na discussão do segundo lugar da prova, após terem vencido em casa o Vilar de Perdizes. O Régua é a melhor defesa do campeonato e por aqui tem passado muito do sucesso da equipa de Marco Maleiro.

O momento |

Nesta premissa salientamos o resultado final do jogo entre o Chaves “Satélite” e o Fontelas (1-0). Num encontro onde se encontravam o primeiro e último classificado, com os flavienses a serem de longe o melhor ataque da competição e o Fontelas a pior defesa, perspectivamos um desafio com mais golos.

A figura | 

João Nuno (Santa Marta) foi escolhido como o jogador da jornada. O avançado penaguiota esteve em grande na vitória da sua equipa diante do Ribeira de Pena. João Nuno marcou dois dos quatro golos da sua formação e deu bastante trabalho à defensiva ribeirapenense.

Deixar comentário

Comentário