Logo-AFVR-cores-peq

Jornada marcada pelas grandes-penalidades

Na análise à 18ª jornada da Divisão de Honra, houve 6 equipas que conseguiram vencer, duas fora de portas e quatro que triunfaram no seu próprio reduto. Porém, ainda ocorreu um empate nesta ronda.

No encontro mais mediático da jornada o Régua recebeu e venceu o Vilar de Perdizes, com uma vitória, que não deixa margem para dúvidas. Apesar da boa réplica dada pelo Vilar de Perdizes o Régua fez prevalecer o factor casa, com destaque para o avançado duriense João Nuno que marcou dois dos três golos da sua equipa.

Já o líder da prova Montalegre contínua imparável, e nesta jornada alcançou mais uma goleada desta feita diante do Atei. Num jogo praticamente de sentido único a turma barrosã demonstrou o porquê de ser a equipa mais forte do campeonato. Realce ainda para os três golos do avançado colombiano do Montalegre Renteria.

Por outro lado, o Murça foi umas das surpresas da jornada com uma vitória no terreno do Vila Pouca. O Murça esteve sempre em vantagem na partida e obteve um triunfo num dos campos tradicionalmente mais complicados para pontuar. Esta foi a sexta vitória dos atletas de Zé Ribeiro na prova.

Quanto ao Vidago, recebeu e venceu o Valpaços num encontro bem disputado. Contudo, foi inclusive a equipa de Néné Batista a abrir o marcador, mas a resposta do Vidago não tardou e ainda antes do intervalo chegou ao empate. Na segunda parte do desafio o Vidago foi mais forte, bem como mais eficaz. Rendeiro marcou o golo do triunfo e selou a sétima vitória do Vidago na competição.

Em relação ao Cerva, a equipa de Rui Machado sentiu dificuldades para vencer o Abambres. Depois de uma primeira parte não bem conseguida por parte dos donos da casa, os segundos quarenta e cinco minutos trouxeram um Cerva forte e dominador, período no qual alcançaram o triunfo.

Já o Santa Marta venceu no reduto do Salto, num jogo que começou com quarenta e cinco minutos de atrasado devido às más condições climatéricas, mas também ao atraso do árbitro da partida Fernando Carvalho. Porém, a turma de Justino Ribeiro foi uma equipa organizada e conseguiu levar a melhor sobre um Salto que tudo fez para alcançar um resultado positivo.

Por último, focar o empate caseiro  do Fontelas frente a um Ribeira de Pena  que procurava redimir-se do resultado negativo da jornada anterior. Este foi o segundo empate consecutivo do Fontelas na prova, bem como o terceiro ponto alcançado pelos durienses,

A Equipa

O Régua foi a equipa da jornada. O excelente triunfo caseiro dos atletas de João Valente sobre o Vilar de Perdizes permitiu aos durienses ultrapassar o seu adversário na tabela classificativa e subir à vice-liderança do campeonato.

O Momento

No segmento do momento da jornada focamos as seis grandes penalidades que foram assinaladas nesta ronda, bem como convertidas com sucesso. Somente em dois encontros é que não foram assinalados os castigos máximos. Contudo, foi um aspecto curioso que recolhemos desta ronda.

 

A Figura

Renteria (Montalegre) foi o jogador da jornada. Ao apontar um hat-trick, diante do Atei o avançado do Montalegre foi decisivo para que a sua equipa obtivesse a conquista do triunfo. Aos 26 anos, Renteria afirma-se como uma das principais figuras da turma barrosã.

 

Deixar comentário

Comentário