Divisão Honra Rescaldo da jornada

“Maestro” Pedro Adão ainda dá “recitais” aos 41 anos

A 16ª jornada da Divi­são de Honra (primeira da segunda volta) fica marca­da pelos triunfos das equi­pas caseiras sobre as visi­tantes. Contudo, no encon­tro mais “mediático” da ronda o Montalegre ven­ceu o seu “vizinho” Vilar de Perdizes e aumentou de forma significativa a distân­cia pontual para o segun­do classificado. O colom­biano Rentaria foi a figu­ra do jogo ao marcar dois dos três golos do Montale­gre. Por outro lado, quem se aproxima do segundo lugar é o Régua. A turma de João Valente somou a déci­ma vitória na prova, ven­cendo em casa o Ribeira de Pena. Com este triun­fo os durienses estão a um ponto da segunda posição. Contudo, convém salientar que o Ribeira de Pena ter­minou o encontro com 9 jogadores.

O Vila Pouca também venceu em casa nesta jor­nada. Num encontro prati­camente de sentido único os “aguiarenses” golearam o Mesão Frio e reforçaram o quarto posto da geral classificativa.

Já o Valpaços foi a única formação que nesta ronda venceu em terreno adver­sário. A jogar em Salto os atletas de Nené Batista esti­veram em bom plano con­seguido uma vitória num reduto tradicionalmente difícil. O Salto terminou o jogo com 9 elementos.

Quanto ao Vidago mostrou-se forte e eficaz na recepção ao Murça. O experiente jogador Pedro Adão fez a diferença na partida, ao marcar os dois golos que permitiram o triunfo da equipa termal, frente a um Murça que deu boa réplica e vendeu cara a derrota.

Em relação ao Abam­bres, a equipa vila-realense num encontro muito equi­librado conseguiu vencer o Santa Marta. Esta foi a segunda derrota consecuti­va dos penaguiotas. O jogo fica marcado pela expulsão do treinador Justino Ribei­ro (Santa Marta).

Por último, focamos o jogo com mais golos da jornada. No caso, a recep­ção do Cerva ao Atei. A equipa do Atei chegou a ter uma vantagem confor­tável de (0-3), mas próximo do minuto 80, viu o Cerva chegar ao empate (3-3). Já no período de compensa­ção os dois conjuntos ainda marcaram mais dois golos, um para cada lado, fixan­do o resultado em 4-4. Um “fartote” de golos para agrado do muito publico que ocorreu ao Campo das Baraças.

A Equipa

A formação do Vila Pouca foi a equipa da jor­nada. Além da goleada que aplicou ao Mesão Frio os atletas de Armando Mara­vilhas tiveram períodos de bom futebol, enviando ainda três bolas aos ferros. Fica a sensação que o Vila Pouca pode melhorar a sua classificação nesta segun­da volta.

O Momento

Nesta premissa foca­mos dois aspectos. As qua­tro expulsões de jogado­res que ocorreram na jor­nada, dois do Ribeira de Pena e dois do Salto. A jun­tar a isso ainda a expul­são do treinador do Santa Marta Justino Ribeiro. Foi uma ronda onde os árbi­tros tiveram “mão pesada”. O segundo aspecto que salientamos é o “grande jogo” ocorrido no Campo das Baraças, com o Cerva e o Atei a brindarem os seus adeptos com um autêntico “festival de golos”.

A Figura

Pedro Adão (Vidago) foi o jogador da jornada. Aos 41 anos, o centro-campis­ta do Vidago ainda faz a diferença na equipa lide­rada por Diamantino Brás. No encontro desta jorna­da diante do Murça, Pedro Adão marcou dois golos e assumiu a “batuta” da sua equipa.

 

Deixar comentário

Comentário