Logo-AFVR-cores-peq

Montalegre domina  primeira volta

Na conclusão da 15ª jornada (última da primeira volta), o maior feito vai para o Montalegre que conseguiu terminar a primeira metade do campeonato somente com vitórias. A esse aspecto junta-se o facto de ser o melhor ataque, bem como a melhor defesa da prova.

Nesta ronda, os atletas de José Manuel Viage tiveram a ” Estrelinha da sorte” ao vencerem a equipa do Murça (1-0),  já em tempo de compensação. Um golo de Gabi  foi fundamental para a turma barrosã alcançar a sua 14ª vitória do campeonato, num jogo onde a turma visitante se queixa da arbitragem e do comportamento da equipa da casa. Contudo, também merece ser salientado a expulsão do avançado Badará logos nos minutos iniciais do jogo.

Por outro prisma, o Ribeira de Pena a jogar fora de portas foi triunfar ao reduto do sempre difícil Vidago. Num encontro bem disputado a boa organização em campo da turma liderada por Alexandre Barroso foi fundamental para atingir a conquista dos três pontos. Porém, a vitória foi obtida somente na segunda parte do desafio.

Quem também venceu em campo adversário, foi a formação do Vilar de Perdizes que na deslocação ao seu “vizinho” Salto, goleou por 5-1. A figura do encontro foi Edu Paiva que marcou dois dos cinco golos da sua equipa e foi uma peça fulcral para que a turma de Carlos Calina tivesse um triunfo tranquilo.

Já o Abambres na recepção ao Atei empatou a uma bola. Numa partida bem disputada, com a equipa da casa apresentar algumas baixas no onze inicial, o resultado final acaba por se aceitar . Mesmo assim, esta conquista de um ponto por parte de ambas as equipas permitiu que quer o Abambres, quer também o Atei subissem um lugar na tabela classificativa.

No “derby duriense” jogado no Estádio Artur Vasques Osório, o Régua goleou o Mesão Frio por 4-0. Foi um jogo praticamente de sentido único onde a formação do Régua demonstrou que possui outros argumentos que não o seu oponente. O desafio fica ainda marcado pelos dois golos de João Nuno que assim se aproxima da liderança da lista dos melhores marcadores.

Por último, focar a vitória caseira do Vila Pouca que na recepção ao Fontelas venceu por uma diferença de três golos. Com uma primeira parte forte e audaz a equipa de Armando Maravilhas garantiu um triunfo tranquilo.

A Equipa

A formação que mais se evidenciou nesta ronda foi o Montalegre. Isto porque, conseguiu o enorme feito de terminar a primeira volta do campeonato somente com vitórias. Ou seja, a equipa barrosã ganhou a todos os seus adversários na primeira metade da prova. O que só reforça mais uma vez que é o candidato principal à conquista o título.

 

O Momento

Neste aspecto destacamos a “revolta dos jovens”. Tivemos nesta jornada 11 atletas do nosso campeonato com idades inferiores a 24 anos a marcarem na prova. Falamos de Edu Paiva (Vilar de Perdizes – 22 anos), Fábio Canedo (Ribeira de Pena – 21 anos), Gonçalo Mendes (Ribeira de Pena – 18 anos), João Nuno (Régua – 19 anos), Zé Pedro (Régua – 23 anos), Marcelo Pereira (Cerva – 22 anos), Luisinho (Cerva – 23 anos), Marcelo (Vila Pouca – 21 anos), Fábio Alexandre (Abambres -19 anos), Geninho (Atei – 21 anos) e Gabi (Montalegre – 21 anos).

 

A Figura

O avançado João Nuno (Régua) foi eleito o jogador da jornada. Com apenas 19 anos, o atacante do Régua continua a fazer uma grande temporada. Não só pelos golos que marca, mas também pela forma como dentro de campo trabalha para a equipa. Com os dois golos que marcou nesta jornada João Nuno subiu ao segundo lugar da lista dos melhores marcadores da Divisão de Honra.

Deixar comentário

Comentário

2 COMENTÁRIOS

  1. Campeonato sem grande qualidade a todos os níveis. Apenas salientar a boa campanha do Vilar Perdizes e do Santa Marta o resto é mais do mesmo. Montalegre de longe a melhor equipa com todo o seu mérito e a única equipa com um objetivo as outras andam por andar. AFVR está na altura de reformular os seus campeonatos em todos os escalões de forma a não ser mais do mesmo. A esta data esperava-se mais mas ainda estão a tempo de mudar as coisas. Relativamente aos jogadores salienta se a velha guarda da AFVR como exemplo Pedro Adão, Leonel Fernandes, Kostadinov, Armando, Guilhaume e por aí mais alguns. Os novos esperava se mais e mais mas não querem nada com isto. Relativamente aos árbitros existem poucos árbitros há é muitos apitadores que só querem facebook, gel e somos os maiores.
    Uma breve analise da 1ª volta da AFVR

  2. Sou Transmontano, de Pegarinhos / Alijó, com residência no Castêlo da Maia e acompanho com atenção o campeonato da A.F.V.Real. Fui atleta da A.D.C.Pegarinhos e lamento que o concelho de Alijó não tenha qualquer representante.Sou torcedor pela equipa do Murça,por aproximidade com minha aldeia natal,e do Sport Clube da Régua,terra onde andei 3 anos a estudar, Escola Agricola, e que adoro.
    Quanto ao campeonato, espero que na 2ª. volta haja mais despique pelo 1º. lugar mas parece-me que ser um passeio para o Montalegre.
    Saudações Transmontanas

Comments are closed.