AFB: António Ramos indignado por ainda não ter sido empossado

1
173

António Ramos

A novela envolta dos novos órgãos dirigentes da Associação de Futebol de Bragança (AFB) está ainda por terminar. Recentemente, o futuro presidente da AFB, António Ramos, mostrou-se indignado por ainda ter sido empossado, após o tribunal lhe ter dado razão, considerando improcedente a providência cautelar interposta pelo Grupo Desportivo de Bragança ao acto eleitoral do passado dia 8 de Junho de 2013. O veredito deu luz verde à tomada de posse de António Ramos, que, entretanto, ainda não aconteceu…

18 dias depois, o dirigente de Torre de Moncorvo declarou à Rádio Brigantia que o único membro da mesa de assembleia, responsável pela marcação da tomada de posse, “está incontactável” e não mostra interesse em “cumprir a lei”.

O vice-presidente, Augusto Morais, é o único elemento que compõe a assembleia da AFB, já que os restantes elementos se demitiram, nomeadamente Nuno Maia, que exercia funções de presidente.

Jorge Nogueira, que pertence à direção da AFB há 46 anos, está ainda a exercer funções como presidente interino. António Ramos acusa mesmo Augusto Morais de compactuar com Jorge Nogueira na manutenção do cargo.

António Ramos pede ainda aos clubes filiados para tomarem um posição perante as alegadas irregularidades que existem na associação “Os sócios ordinários devem tomar uma posição em relação a esta situação porque não há legalidade na AFB. Fazem curso de treinadores e outras actividades como nada se passasse e como se tivessem ganho as eleições. Naquele envolvimento da associação continuam algumas pessoas a usufruírem de alguns benefícios monetários com interesses particulares”, declarou à Rádio Brigantia.

De referir que a AFB foi a votos em junho do ano passado. A lista B, liderada por António Ramos, conseguiu 42 votos, contra 35 da lista A, de Jorge Nogueira, que estava há já 46 anos na associação. O sufrágio foi, de imediato, impugnado pelo clube bragançano.

Deixar comentário

Comentário

1 comentário

  1. caro amigo ramos isto é o lado mau do desporto.mas eles vão sair de la por muito que não queiram, estão agarrados ao lugar de tal modo que perderam o tino, mas vai-se fazer justiça e vais ocupar o teu lugar para onde foste eleito democraticamente.um abraço e um bom trabalho

Comments are closed.